COLEÇÃO DE CORES

 As coloridas são as minhas bonecas colecionáveis, as Blythes, e você irá encontrá-las muitas vezes aqui no Cores da Cris.

Eu conheci as Blythes em 2013, um pouco tardiamente, já que essas bonecas tão especiais, de cabeça grande e ohos bem expressivos, conquistaram uma legião de fãs e apaixonados no mundo todo há alguns anos. E foi uma amiga artesã, a Lu Gastal, quem me apresentou a elas.

Através delas também conheci grandes amigos e parceiros de projetos muito especiais, como a querida Marcela Catunda, responsável pelo conceito desse meu novo site e canal, e a turma do Modus do Brasil, grupo de colecionadores que organiza exposições bem bacanas de arte com as Blythes, e do qual faço parte, com muita satisfação.

Sempre fui apaixonada por bonecas (tanto quanto por cores!), e cheguei a colecionar bonecas de pano, mas elas não eram muito fáceis de conservar, e acabei desistindo da coleção. Quando encontrei as "coloridas", logo me dei conta que elas são perfeitas para quem gosta de trabalhos manuais, crochê, tricô, costura, moda, arte e, sobretudo, fotografia. Blythes são um convite para a produção de roupas, cenários e ambientações repletas de muita criatividade, e é isso que vou mostrar aqui em meu canal, como essas bonecas podem ser inspiradoras.

Ah, e também vou mostrar aqui minhas Moranguinhos, bonecas pequeninas e perfumadas, que são igualmente encantadoras e divertidas.

Então você já sabe, sempre que encontrar o #coloridas aqui no Cores da Cris, é porque estou falando de bonecas...

blythes

A Blythe é uma boneca que surgiu no ano de 1972, nos Estados Unidos, fabricada pela empresa Kenner, mas que não agradou nem um pouco às crianças, que se assustavam com aquela boneca de olhos gigantes e que se mexiam. Assim, elas logo saíram de circulação.

Em 1997 a produtora de vídeos e jornalista americana, Gina Garan, conheceu as Blythes, e saiu fotografando essas bonecas em diversos lugares, lançando, em seguida, o livro “This’s Blythe”, que fez muito sucesso. Com esse sucesso todo, a empresa japonesa Takara comprou os direitos de produção e lançou, em 2001, a Neo Blythe, que logo emplacou como uma boneca colecionável, e não mais como um brinquedo para crianças.

As Blythes não são vendidas em lojas por aqui, e, para comprá-las, você tem que encomendar em sites, ou pedir que alguém as traga de fora, ou ainda comprar de quem já coleciona.

Junto com as bonecas vieram as criações para elas, com inúmeros ateliês que produzem roupas, sapatos, acessórios, cenários e, sobretudo, os costumizadores, que são os artistas que transformam essas bonecas em criações únicas, as preferidas de muitos dos colecionadores, como eu.

Aqui no Cores da Cris você verá que Blythes (e Moranguinhos) podem ser uma fonte de criação bem bacana, com projetos, imagens e muita conversa, que elas nos inspiram.

Você pode conhecer mais sobre as Blythes no site weloveblythe.

cores da cris no

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Twitter Social Icon

# coloridas

#blythes #coloridas

Maria Cristina de Carvalho Bottallo Quadros
CNPJ 64.903.537/0001-44
Caixa Postal 68020 CEP 04045-972 São Paulo SP